Posts Tagged ‘Bem-Estar’

Muito além do Peso – Documentário

Quinta-feira, Outubro 16th, 2014

83:43 minutos de documentário, A NÃO PERDER…

Hoje em dia, um terço das crianças brasileiras está acima do peso. Esta é a primeira geração a apresentar doenças antes restritas aos adultos, como depressão, diabetes e problemas cardiovasculares. Este documentário estuda o caso da obesidade infantil principalmente no território nacional, mas também nos outros países no mundo, entrevistando pais, representantes das escolas, membros do governo e responsáveis pela publicidade de alimentos.

Muito Além do Peso (Way Beyond Weight, 2012)
Obesidade, a maior epidemia infantil da história.
Ficha Técnica:
Direção: Estela Renner
Produção Executiva: Marcos Nisti
Direção de Produção: Juliana Borges
Fotografia: Renata Ursaia
Montagem: Jordana Berg
Trilha Sonora: Luiz Macedo
(Versão SD)

http://www.muitoalemdopeso.com.br/

16 de OUTUBRO – Dia Mundial da Alimentação

Quinta-feira, Outubro 16th, 2014

A Ordem dos Nutricionistas assinala o Dia Mundial da Alimentação demonstrando aos cidadãos como um estilo de vida saudável pode estar a “cinco passos de cada um”, através de um vídeo explicativo que irá auxiliar a população, profissionais de saúde e educadores na adoção e promoção de bons hábitos.

Semana Cultural – Rastreio à Periferia

Sexta-feira, Março 28th, 2014

O Departamento de Saúde Pública da Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade NOVA de Lisboa (AEFCML) junta vários estudantes de Medicina para realizar rastreios a toda a população de Vila do Conde nos próximos dias 29 e 30 de Março, com vista a melhor informar e prevenir, muitas das doenças mais prevalentes na actualidade. No dia 29 realiza-se todo o dia em Vila do Conde, no Auditório Municipal, e na manhã de dia 30, o rastreio terá lugar no adro da Igreja Paroquial das Caxinas.

NO DECURSO DO 1º DIA DA SEMANA CULTURAL DA NOSSA ESCOLA (Segunda-Feira, 31 de Março) OS REFERIDOS ESTUDANTES, COORDENADOS PELO EX-ALUNO DA NOSSA ESCOLA E ACTUAL VICE-PRESIDENTE EXTERNO DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA, TORCATO MOREIRA MARQUES CONTINUARÃO O DITO RASTREIO COM A “NOSSA” POPULAÇÃO ESCOLAR.

ASSIM, INFORMA-SE QUE O RASTREIO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL, DIABETES E HIPERCOLESTEROLÉMIA OCORRERÁ…

… NAS INSTALAÇÕES DO CLUBE DE SAÚDE ESCOLAR;

… DAS 08:45 ÀS 13:00 HORAS E DAS 14:30 ÀS 17:00 HORAS DO DIA 31 DE MARÇO (SEGUNDA-FEIRA);

E É ABERTO AO CORPO DOCENTE, TÉCNICOS ADMNISTRATIVOS E OPERACIONAIS, E ALUNOS SOMENTE DO ENSINO SECUNDÁRIO.

O RASTREIO É COMPLETAMENTE GRÁTIS.

APROVEITE E COLABORE.

CONTAMOS CONSIGO POIS OS DADOS RECOLHIDOS SÃO DETERMINANTES PARA UM ESTUDO A SER REALIZADO A MEDIO PRAZO.

Semana Cultural – Recolha de Medicamentos

Sexta-feira, Março 28th, 2014

Faça uma prévia separação em casa.

Traga e coloque no local específico da sala dos professores, dentro de um saco plástico os resíduos de embalagens ou resíduos de produtos fora de uso.

Os produtos cujo prazo de validade ou de consumo se encontra ultrapassado, ou que, por qualquer motivo, já não vão ser consumidos (por exemplo, por ter sido interrompida a medicação) podem igualmente ser recolhidos.

CONTAMOS COM A SUA COLABORAÇÃO NO DECURSO DA SEMANA CULTURAL

Semana Cultural – Recolha de Radiografias

Sexta-feira, Março 28th, 2014

No decurso da SEMANA CULTURAL contribua deixando as suas radiografias com mais de 5 anos ou aquelas que já não têm valor de diagnóstico, no saco disponível na sala dos professores, sem relatórios, envelopes ou folhas de papel.

Cada tonelada de radiografias dá origem a cerca de 10Kg de prata. A venda da prata ajuda a AMI a partir para aqueles pontos do mundo em que aconteçam catástrofes naturais ou onde a ajuda humanitária seja premente, e a melhorar ainda mais a assistência que prestamos aos mais desfavorecidos em Portugal.
A AMI recolhe radiografias que recicla para uma dupla boa acção: Ajudar quem precisa com o dinheiro obtido com a prata recolhida das radiografias e reciclar um material que, se atirado para o lixo, pode ser poluente.

7 milhões de mortos em 2012 devido à poluição do ar

Terça-feira, Março 25th, 2014

Cerca de sete milhões de pessoas morreram em 2012 por exposição à  poluição do ar, que se transformou no maior fator de risco ambiental  para a saúde no mundo, alerta hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A conclusão resulta de novos dados hoje divulgados, segundo os quais uma em cada oito mortes em 2012 se deveu à exposição à poluição do ar, dado que mais do que duplica estimativas anteriores e confirma que a poluição do ar é agora o maior fator de risco ambiental para a saúde humana.

Reduzir a poluição do ar poderia salvar milhões de vidas, escreve a OMS num comunicado.

“Os riscos da poluição do ar são agora muito maiores do que se pensava, particularmente no que respeita a doenças coronárias e AVC”, disse Maria Neira, diretora do departamento da OMS para a saúde pública, ambiente e determinantes sociais da saúde.

“Poucos fatores de risco têm hoje maior impacto na saúde global do que a poluição do ar; as evidências alertam-nos que é preciso uma ação concertada para limpar o ar que respiramos”, acrescentou.

Segundo as estimativas agora divulgadas, a poluição do ar interior esteve ligada a 4,3 milhões de mortes em 2012 em lares com fogões a carvão, lenha ou biomassa.

Já a poluição do ar exterior terá estado na origem de 3,7 milhões de mortes em todo o mundo.

Como há muitas pessoas expostas à poluição interior e exterior, a mortalidade associada às duas fontes não pode ser simplesmente adicionada, daí a estimativa de sete milhões de mortes em 2012.

Os novos dados, adianta a agência da ONU para a saúde, revelam uma ligação mais forte entre exposição à poluição do ar interior e exterior e as doenças cardiovasculares, como AVC e cardiopatia isquémica, assim como a poluição do ar e o cancro.

Estas ligações juntam-se ao papel da poluição do ar no desenvolvimento de doenças respiratórias, incluindo infeções respiratórias agudas e doenças pulmonares obstrutivas crónicas.

As novas estimativas baseiam-se, não só em mais conhecimento sobre as doenças causadas pela poluição do ar, mas também em avaliações mais rigorosas da exposição humana aos poluentes, através de melhores medições e tecnologias.

Estas melhorias permitiram aos cientistas analisar mais detalhadamente os riscos para a saúde numa cobertura geográfica mais ampla.A poluição ao ar livre e no interior dos espaços de habitação ou de trabalho transformou-se numa das grandes causas de morte

Em termos regionais, os países de baixo e médio rendimento na região do sudeste asiático e do Pacífico ocidental foram as que registaram maior número de mortes associadas à poluição do ar, com um total de 3,3 milhões de mortes ligadas à poluição do ar interior e 2,6 milhões de mortes associadas à poluição do ar exterior.

“Limpar o ar que respiramos previne doenças não transmissíveis e reduz as doenças entre as mulheres e os grupos vulneráveis, como as crianças e os idosos”, disse Flavia Bustreo, diretora-adjunta da OMS para a saúde da família, mulheres e crianças, citada no comunicado da OMS.

“As mulheres e as crianças pobres pagam um preço elevado da poluição do ar interior porque passam mais tempo em casa a respirar os fumos e fuligens de fogões a carvão e a lenha”, acrescentou.

Segundo os dados da OMS, 80% das mortes associadas à poluição do ar interior devem-se a doenças cardiovasculares como a cardiopatia isquémica (40%) e o acidente vascular cerebral (40%).

Já a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC) é responsável por 11% das mortes ligadas à poluição interior, enquanto o cancro do pulmão (6%) e as infeções respiratórias agudas em crianças (3%) são responsáveis pelo restante.

No que diz respeito à poluição do ar exterior, 34% das mortes devem-se a AVC, 26% a cardiopatia isquémica, 22% à DPOC, 12% a infeções respiratórias agudas em crianças e 6% ao cancro do pulmão.

in, DN (25.03.2014)

Condicionamento físico das crianças piorou nas últimas décadas

Terça-feira, Novembro 26th, 2013

DSC_7397Um extenso e completo estudo realizado pela Universidade do Sul, da Austrália, afirma que a aptidão física e cardiovascular na infância piorou cerca de 15% ao longo dos últimos 30 anos em todo o mundo.

O estudo se baseou em 50 pesquisas sobre atividades físicas realizadas desde os anos 1960, em 28 países. Ao todo, esses trabalhos envolveram mais de 25 milhões de jovens de nove a 17 anos. Segundo a pesquisa, as crianças de hoje em dia não correm tão rápido e nem tão longe como seus pais nessa idade. Atualmente, as crianças demoram, em média, 90 segundos a mais para correr um quilômetro e meio.

De acordo com os pesquisadores, os resultados do estudo são uma consequência de mudanças no estilo de vida das famílias nos últimos anos. Um bom exemplo disso é o fato de cada vez menos crianças irem às escolas andando ou até mesmo realizarem brincadeiras ao ar livre como forma de lazer. Grande parte dos jovens prefere optar pelos televisores, computadores e celulares para se divertir.

Além disso, o sedentarismo infantil é cada vez mais significativo. Entre 30% e 60% da piora da aptidão física pode ser explicada pelo aumento de peso. Por isso, crianças devem praticar pelo menos 60 minutos de alguma atividade física ao dia, como correr, nadar, andar de bicicleta e até mesmo caminhar. Com o exercício físico é possível melhorar a saúde, autoestima, flexibilidade, desenvolvimento motor, postura, aquisição de habilidades de motricidade fina e o sistema cardiocirculatório, além de promover o crescimento, construção de ossos e músculos fortes e manutenção do peso adequado.

in, Portal de Educação Física (http://www.educacaofisica.com.br)

SEMANA CULTURAL 2013

Domingo, Abril 21st, 2013

SEMANA CULTURAL 2013 – CLUBE DE SAÚDE
TRÊS ATIVIDADES A NÃO PERDER…

ATIVIDADE 1
* A PARTIR DE 22 DE ABRIL (2ªFeira) ATÉ FINAL DO 3º PERÍODO LETIVO LOCAL: SOMENTE SALA DOS PROFESSORES
RECOLHA DE MEDICAMENTOS E DE RADIOGRAFIAS visando RECICLAGEM.

MEDICAMENTOS
Faça uma separação prévia em casa.
Traga e coloque no local específico da sala dos professores, dentro de um saco plástico os resíduos de embalagens ou resíduos de produtos fora de uso.
Os produtos cujo prazo de validade ou de consumo se encontra ultrapassado, ou que, por qualquer motivo, já não vão ser consumidos (por exemplo, por ter sido interrompida a medicação) podem igualmente ser recolhidos.

semana_cultural_2013RADIOGRAFIAS
Contribua deixando as suas radiografias com mais de 5 anos ou aquelas que já não têm valor de diagnóstico, nos saco disponível na sala dos professores, sem relatórios, envelopes ou folhas de papel.
Cada tonelada de radiografias dá origem a cerca de 10Kg de prata. A venda da prata ajuda a AMI a partir para aqueles pontos do mundo em que aconteçam catástrofes naturais ou onde a ajuda humanitária seja premente, e a melhorar ainda mais a assistência que prestamos aos mais desfavorecidos em Portugal.
A AMI recolhe radiografias que recicla para uma dupla boa acção: Ajudar quem precisa com o dinheiro obtido com a prata recolhida das radiografias e reciclar um material que, se atirado para o lixo, pode ser poluente.

ATIVIDADE 2
* 22 DE ABRIL (2ªFeira) – 14:30 | 17:00 Horas
* 23 DE ABRIL (3ªFeira) – 09:00 | 12:30 Horas
* 24 DE ABRIL (4ªFeira) – 09:00 | 12:30 Horas
* 26 DE ABRIL (6ªFeira) – 14:30 | 17:00 Horas
LOCAL: GABINETE DO CLUBE DE SAÚDE
RASTREIO VISUAL E AUDITIVO, ABERTO A TODOS

O Grupótico, assumiu há alguns anos, um papel activo na Economia Social, disponibilizando uma equipa especializada para a realização de rastreios visuais e auditivos, permitindo maximizar o bem-estar de toda a população nos cuidados da saúde primários, de modo gratuito.
Vá, e convide a sua turma a usufruir destas condições únicas na nossa escola…

ATIVIDADE 3
* 24 DE ABRIL (4ªFeira) – 09:00 | 12:30 Horas
LOCAL: UNIDADE MÓVEL DO INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE (Exterior da Escola)
RECOLHA DE SANGUE

Aproveite esta oportunidade para dar “um pouco de si”.
SEJA HERÓI POR UMA VIDA…
DAR SANGUE É SEGURAR VIDAS…
NÃO FIQUE DE FORA SEJA UM DOADOR…

Exercício é mais eficaz antes do pequeno-almoço

Segunda-feira, Janeiro 28th, 2013
“A altura do dia em que se faz exercício pode ser tão importante como a própria atividade física. Um grupo de investigadores britânicos da Northumbria University, em Newcastle, concluiu que fazer exercício de estômago vazio antes do pequeno-almoço é mais eficaz e permite queimar, em média, 20% mais gordura do que se o exercício for feito após as refeições.
 

Os cientistas daquela universidade inglesa decidiram desafiar o mito que alega que fazer exercício sem ter comido pode aumentar o apetite e levar a que a quantidade de alimentos ingerida ao longo do dia seja superior, prejudicando os efeitos do desporto no que toca à perda de peso. 
 
A equipa conduziu um estudo com 12 voluntários fisicamente ativos do sexo masculino que, todos os dias, às 10 da manhã, eram convidados a exercitar-se numa passadeira. Parte do grupo já tinha tomado pequeno-almoço e a outra parte estava em jejum.
 
Depois do exercício, os participantes tinham direito a beber um batido de chocolate com vista à recuperação e, ao almoço, comiam um prato de massa até se sentirem satisfeitos, contam os investigadores em comunicado.

 Os especialistas calcularam, posteriormente, o consumo de energia e de gordura durante o almoço, tendo em conta a quantidade de energia e gordura que tinha sido queimada no decorrer do exercício, e acabaram por concluir que os participantes que tinham feito desporto de estômago vazio não tinham consumido calorias adicionais nem exibido um aumento do apetite. 
 
“Os nossos resultados mostram que o exercício não aumenta a fome ou o consumo de alimentos ao longo do dia e para obter os melhores resultados o ideal é fazer o exercício pela manhã”, garante Javier Gonzalez, um dos autores da investigação.
 
Além disso, o estudo, publicado na revista científica British Journal of Nutrition, permitiu observar que os voluntários que não tinham comido antes de correrem na passadeira queimaram 20% mais gordura do que os que já se tinham alimentado pela manhã.
 
Embora os investigadores sublinhem que o trabalho não chega para indicar os efeitos do exercício em jejum a longo-prazo, garantem que a descoberta comprova que, para quem quer perder peso, fazer desporto antes do pequeno-almoço proporciona “resultados ótimos”.
Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo (em inglês). “

Boas Festas 2012

Segunda-feira, Dezembro 24th, 2012

É desta forma que neste dia 24 de Dezembro de 2012 desejamos os nossos VOTOS de BOAS FESTAS.